17
Aug 12

Bento Gonçalves

Para quem curte a cultura italiana e um bom vinho, Bento Gonçalves é o destino certo. Capital brasileira do vinho, Bento atrai turistas do Brasil inteiro e é referência em organização de roteiros turísticos. A cidade é um dos mais belos e importantes roteiros da Serra Gaúcha. Paisagens repletas de parreirais e natureza exuberante fazem da cidade um lugar acolhedor.

Já na entrada da cidade, o visitante literalmente entra no “Mundo do Vinho”. No acesso principal da cidade, um pórtico em formato de pipa, medindo 17 metros de altura, dá as boas-vindas ao visitante. A Pipa Pórtico, construída em 1985, é considerada o cartão de visita da cidade, substituindo a existente que era de madeira. Ao lado da Pipa Pórtico, está localizado o Posto de Informações Turísticas.

BENTO

praca bento goncalves

Locais para visitar não faltam em Bento Gonçalves. O centro possui vários pontos de visitação, como Igrejas, praças e monumentos. Para seguir em frente pela cidade, recomenda-se a escolha de um roteiro. São vários: Caminhos de Pedra; Maria Fumaça; Rota Cantinas Históricas; Caminhos Temperados; Tour Via del Vino; Turismo de Aventura; Vale do Rio das Antas; Vale dos Vinhedos e Vinhos de Pinto Bandeira. Aqui vamos mostrar um pouco do roteiro ‘Caminhos de Pedra’.

Caminhos de Pedra – O Roteiro

A história de um povo contada em forma de arquitetura, paisagens e costumes, assim poderia ser definido o roteiro Caminhos de Pedra. Patrimônio Histórico do Rio Grande do Sul (Lei 13.177/09), o roteiro com 12km de extensão resgata o passado em busca da valorização e preservação dos costumes dos imigrantes italianos.
Confira alguns pontos:

Vinícola Salvati & Sirena

Funciona num prédio em formato octogonal, inaugurada em 2003 e desde então, o atendimento é realizado por membros da família oferendo ao visitante degustação e comercialização de vinhos finos varietais como merlot, tanat, etc, e de uvas rústicas resgatadas como: peverella, goeth e barbera, além do saboroso suco de uva. A Vinícola dispõe também de restaurante em ambiente climatizado onde é servido jantar com cardápio típico italiano mediante agendamento prévio para grupos de, ao menos 40 pessoas.

vinicola-salvati

Cantina Strapazzon

Casa totalmente em pedra irregular construída por volta de 1878. Possui as características das casas de pedra da primeira geração de imigrantes tendo sido adaptada posteriormente para a função de cantina (local onde se faz e armazena o vinho), a partir da construção da nova residência em alvenaria, mais próxima da estrada. Foi cenário, em 1995, de algumas cenas do filme “O Quatrilho”. No local, desde 1992, são acolhidos os visitantes e explica-se todo o processo de elaboração do vinho. No local, o visitante pode degustar e adquirir produtos coloniais como: pão, queijo, salame, copa, vinhos, graspa, suco de uva etc.

cantina-bento goncalves

Casa da Ovelha

Prédio em madeira, construído em 1917, restaurado pelos proprietários para abrigar a Casa da Ovelha. No salão principal casarão hoje são recepcionados os visitantes da Casa da Ovelha. No porão/varejo pode-se degustar queijos, iogurtes, doces de leite e demais derivados de leite de ovelha. Um atrativo a parte é a demonstração com cães pastores (border colie) no manejo do rebanho de ovelhas.

casa-da-ovelha

Restaurante Nona Ludia

A casa foi construída por volta de 1880 pelo imigrante Giuseppe Dall’Acqua. Foi adquirida da família Mancaluzzi pela família Bertarello, por volta de 1925, e rebocada em 1930, ficando totalmente descaracteriza por mais de 60 anos. Em 1994 readquiriu a beleza original sendo a primeira casa restaurada pelo Projeto Cultural Caminhos de Pedra com recursos do Hotel Dall’Onder. Atualmente é propriedade de Hari Bertarello, e abriga restaurante típico colonial italiano dirigido pela família Cantelli. Ao lado da casa destaca-se a enorme Maria Mole (ou Umbu) sob seu tronco e raízes forma uma pequena gruta que foi utilizada como abrigo provisório pelos primeiros imigrantes.

restaurante

Casa da Erva-Mate

Construída no local onde funcionava o antigo moinho Cecconello, a casa é exemplo de um processo de aculturação. No local é feita a demonstração do processo de produção artesanal com históricos soques movidos á roda d’água. No varejo, que funciona no porão da residência da família Ferrari, é explicado ao visitante todo o ritual da preparação do tradicional chimarrão gaúcho seguido de degustação do mesmo.

casa-erva-mate

Atualmente a Associação do Roteiro “Caminhos de Pedra” conta com mais de uma centena de associados e está recebendo uma visitação média anual de 60.000 turistas. O roteiro está em expansão e já possui 15 pontos para visitação e 56 pontos de observação externa.


31
Jul 12

São Joaquim

Localizada na serra catarinense, São Joaquim é famosa por ser a cidade mais fria do Brasil. Basta que a previsão do tempo indique possibilidade de neve, para que visitantes de todos os cantos comecem a chegar à cidade. Apesar de ser um fenômeno escasso no país, construir bonecos de neve no Brasil é possível sim, principalmente nos meses de junho, julho e agosto.

Distante 194 km da capital Florianópolis, São Joaquim também é muito visitada no início do ano, não pelo frio, mas pela colheita da maçã, principal atividade econômica da cidade. Ao circular pelas estradas de terra no interior do município é comum ver pequenas plantações de macieiras ao lado das casas simples dos fruticultores.

Neve-em-Sao-Joaquim Maçãs

Além de saborear a deliciosa fruta do início do ano e de curtir o frio no inverno, você pode passear pela cidade e conhecer os diversos pontos turísticos espalhados pela pacata São Joaquim, com seus apenas 24 mil habitantes.

Monumento Manoel Joaquim Pinto

Escultura em madeira e pedras, foi idealizado e feito pelo escultor Élson Outuki. O Monumento Manoel Joaquim Pinto conta a saga dos tropeiros que desbravaram São Joaquim. Está localizado ao lado da Prefeitura Municipal de São Joaquim.

manoel-joaquim-pinto

Igreja Matriz São Joaquim

Localizada na Praça João Ribeiro, totalmente construída em pedra basalto, tirada dos morros próximos e trazida de carro-de-boi. Sua construção teve início em 1918 e foi inaugurada em 1935. Apresenta esculturas feitas por Elson Kiyotaka Outuki e Nelson Matias de profetas bíblicos e de Adão e Eva, na parte externa da igreja.

Igreja-Matriz-São-Joaquim

Praça João Ribeiro

A Praça João Ribeiro está localizada em frente a Igreja Matriz São Joaquim. As árvores que congelam no inverno, transformam a praça em um bosque de gelo e Conjunto de Chafarizes que é uma experiência nova e única. Durante o dia, acalma e desperta a curiosidade no tradicional lago que congela nas noites frias de inverno. Já a noite, emociona com o conjunto de luzes que reflete o espírito acolhedor da cidade de São Joaquim.

praca-joao-ribeiro

Museu de Artes de São Joaquim

Acervo com obras de importantes artistas catarinenses, como Martinho de Haro, Rodrigo de Haro, Tereza Martorano, Yolanda Bathke e Suzana Scóss Bianchini

museu-de-artes

Mirante das Araucárias

Proporciona visão panorâmica de um campo de araucárias com até 50 metros de altura. É um bom lugar para piqueniques em família. Está na SC-438, na saída de São Joaquim em direção a Lages, 200 metros após o portal de São Joaquim.

mirante